Vendas pelo WhatsApp: veja como implementar na loja

Com o aumento do uso das redes sociais, inevitavelmente, os lojistas de materiais de construção precisam se adaptar e estar onde os consumidores e clientes da loja estão. Diversos segmentos já estão otimizando a sua forma de vender ao utilizar a tecnologia. Uma delas, que pode ser inserida de maneira fácil pelas lojas de materiais de construção, é a ferramenta WhatsApp. Atualmente, a plataforma conta com 108,4 milhões de usuários ativos apenas no Brasil e 80% desses usuários utilizam essa ferramenta como uma nova forma de se comunicar com as marcas que costuma seguir, criando assim uma relação ainda mais próxima entre vendedor e consumidor.

Muitas empresas se viram impelidas a criar formas de atingir os seus clientes mais diretamente, principalmente por conta da pandemia, que já iniciaram o atendimento ao cliente por meio da plataforma que possui uma parte específica para empresas ou comércio onde é possível ter um número corporativo para se comunicar com seus clientes ou realizar as vendas da loja de materiais de construção de forma mais assertiva e acessível quanto for possível, algo muito importante para esse público. Para Julio Cesar Moraes, gerente de categorias – Desenvolvimento & Abastecimento da Conibase Home Center, esse é um processo que acelerou bastante devido à pandemia. “Temos uma equipe treinada e ferramentas que ajudam em uma rápida resposta e direcionamento para a pessoa mais indicada pelo aplicativo”, destaca.

Até porque com o surgimento de tantas tecnologias no mercado, acabam sendo criadas também as mais diversas possibilidades através do uso de plataformas como o WhatsApp sendo utilizadas como ferramenta de vendas e a comunicação entre lojistas, vendedores e consumidores da loja de material do segmento da construção, que tende a beneficiar todos os segmentos envolvidos no setor do varejo de materiais de construção no país.

Benefícios do WhatsApp Business para lojistas de materiais

A plataforma ainda disponibiliza uma ferramenta chamada WhatsApp Business com funcionalidades que auxiliam o pequeno negócio a se destacar cada vez mais perante o seu público e com isso simplificar ainda mais essas relações, aproximando o vendedor desse consumidor ao atender as suas principais necessidades. Além das funcionalidades já conhecidas como envio e recebimento de mensagens, fotos e arquivos, com o WhatsApp Business é possível ter uma espécie de “cardápio” com as atividades fornecidas pelo empresário e até mesmo, mais recentemente, enviar e receber pagamentos através do aplicativo. Confira abaixo algumas funcionalidades da ferramenta que podem auxiliar no dia a dia do gestor de loja:

1 – Perfil personalizado

Possibilidade de criar um perfil comercial, além de permitir que sejam inseridas informações específicas sobre o negócio, como endereço e horário de funcionamento.

2 – Mensagens automáticas

Através da ferramenta é possível elaborar mensagens instantâneas de forma automatizada, assim o lojista consegue dar as boas-vindas, apresentar a empresa a um potencial cliente e até mesmo notificar o tempo de espera de resposta.

3 – Catálogo de produtos

Com a funcionalidade, o lojista não precisa mais enviar as fotos de todos os produtos, nem o preço e descrição um por um para cada cliente, pois fica tudo registrado e acessível em sua página comercial do WhatsApp, disponível para todos os clientes e possíveis clientes.

4 – Pagamentos via WhatsApp

Esse recurso está disponível desde 2020 e com ele é possível realizar transferências, pagamentos, ou enviar e receber dinheiro pelo WhatsApp Pay mediante o cadastro de um cartão de débito ou crédito de uma empresa parceira no Facebook Pay.

Ainda de acordo com Moraes, um dos principais benefícios para os lojistas de materiais de construção em utilizar o WhatsApp como ferramenta de vendas é a conquista de uma parcela de clientes que gosta de praticidade e rapidez no atendimento e que está cada vez mais acostumada com a utilização dessa plataforma, pois ela é muito utilizada no dia a dia e rotina tanto para uso pessoal quanto para o segmento profissional, onde muitas pessoas utilizam para trabalhar. “Também conseguimos atingir um mercado mais distante, que fisicamente não consegue vir a loja e que através do atendimento via telefone, ficava complicado de entender as necessidades do consumidor”, complementa.

Confira também dicas para começar as redes sociais da sua loja:

https://www.grupofragnani.com.br/blog/como-comecar-as-redes-sociais-da-loja-de-materiais/