Tipos de revestimento: o que indicar para o seu cliente?

Opções de revestimentos no mercado hoje em dia não faltam. Vão desde cerâmica até madeira, uma variedade de alternativas para dentro e fora de casa, feitas para atender todos os tipos de gosto e necessidade. Mas como auxiliar o cliente na hora da escolha do material? Entender a importância do revestimento na obra é essencial para oferecer o melhor caminho para o comprador. 

 

O que é revestimento e qual a sua função?

Revestimento é um insumo da construção civil, que tem como função questões estéticas e de proteção, principalmente das alvenarias e estruturas da obra, a fim de garantir a durabilidade delas.  São elementos que provêm algumas propriedades como acabamento, estética, isolamento térmico, resistência mecânica e química, entre outros.

 

Indicando o melhor revestimento para o cliente

Para João Carlos Gabriel, professor de Engenharia Civil da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas, é importante conhecer qual a finalidade de cada revestimento na hora de oferecer para o cliente. “É importante apresentar ao cliente as opções de revestimentos e as suas propriedades para com a aplicação. Se for, por exemplo, para resistência mecânica e química, as placas cerâmicas são uma ótima opção. Porém, para isolamento termoacústico, recomenda-se revestimentos de madeira”, exemplifica.

Nas áreas externas da casa, revestimentos são importantes para proteger contra as agressões que as estruturas podem receber, como variação de temperatura e chuvas. Nas áreas internas, é indispensável que o revestimento seja aplicado em ambientes molhados, como banheiro e, até mesmo na cozinha. 

A questão da aparência também tem papel importante na escolha do cliente. O revestimento pode empregar ao edifício uma linguagem estética. Mesmo que uma sala não necessite diretamente do material por motivos de proteção, o gosto e as preferências do cliente devem ser levados em consideração. E como benefício, ainda facilitar a manutenção do ambiente.

 

Tipos de revestimento e onde usar na casa

Ao levar em consideração as questões de proteção e de estética junto ao cliente, é a hora de decidir, entre os tipos de revestimento, qual será usado no imóvel. As opções são muitas, como placas cerâmicas, placas de madeira, pedras, tintas, resinas como a epóxi, placas metálicas, laminados são alguns tipos de revestimentos.  

 

Banheiro, cozinha e áreas úmidas

Essas regiões da casa devem receber uma atenção especial na hora da escolha dos revestimentos. Por serem áreas úmidas e que molham mais, as opções de cerâmica e porcelanato são perfeitas por não absorverem água. Além de serem de fácil manutenção, elas têm um custo menor. 

 

Nos banheiros é importante priorizar o revestimento de cerâmica e porcelanato nas regiões do box. Já para a cozinha, a melhor estratégia de instalação é dar preferências para a região da pia e até metade da parede do ambiente.

 

Quartos e escritórios

Para esses ambientes, a questão do conforto e da estética são importantes. Revestimentos de madeira, laminados e vinílicos, proporcionam um conforto térmico, além de serem elegantes. Se forem aplicados em ambientes que molham, devem receber cuidados especiais como a impermeabilização.

 

Salas e recepção

Como são ambientes que geralmente possuem grande movimentação, optar por materiais que são de fácil limpeza e manutenção são ideais. Os revestimentos de pedra e metálicos podem entrar nessas áreas, além dos de cerâmica, madeira e laminados. Porém, nesse caso, as questões estética e econômica podem receber maior relevância.

Dentre esse conjunto de revestimentos apresentados, o cliente poderá escolher a opção que mais lhe agrada e atende às suas necessidades.


Quer saber mais sobre tipos de revestimentos? Confira o conteúdo completo em nosso e-book especial: https://landing.grupofragnani.com.br/guia-do-revestimento