Dicas para ter saúde financeira da sua loja

23 jun 2022

Quem empreende sabe que a boa gestão financeira é essencial para a saúde do negócio. Afinal, todas as atividades de uma empresa – seja ela grande ou pequena – afetam as finanças. Por isso, lidar com essa atividade nem sempre é fácil e demanda muita responsabilidade.

Administrar e organizar o dinheiro de uma loja de materiais de construção é fundamental para ter um planejamento estratégico, embasar decisões e traçar as metas para o futuro do negócio. Sem a gestão financeira é impossível sobreviver ao sonho de empreender.

Mas, como manter a saúde financeira e garantir o bom resultado da empresa? A resposta para essa pergunta está na cartinha “Aumente suas vendas e construa um caminho de sucesso para a sua empresa – Dicas do Sebrae-SP para o seu comércio de materiais de construção”, publicada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP).

 

Tenha organização e disciplina

Segundo a cartilha, uma boa gestão de finanças se faz com muita organização e disciplina. Por isso, é importante ter a comprovação de todas as transações realizadas, como recebidos, notas fiscais e guias. Todos os comprovantes de vendas, compras e gastos em geral devem ser organizados e mantidos em locais seguros.

“Recomenda-se que o próprio empresário ou alguém designado por ele seja o responsável pelo controle das finanças e que a empresa utilize dos serviços profissionais de um contador, que auxiliará no cumprimento das obrigações legais da empresa”, afirma o Sebrae-SP.

 

Faça controle de gastos

A recomendação do Sebrae-SP é que todos os gastos administrativos, como aluguel, água e energia elétrica, que não são necessários para o funcionamento da empresa em si, sejam mantidos no menor nível possível. Além disso, é fundamental separar os gastos pessoais dos sócios ou do administrador dos gastos da empresa. Por isso, defina um pró-labore mensal e não retire dinheiro descontroladamente do caixa da empresa, pois isso pode provocar uma “descapitalização”, levando o negócio à falência.

 

Busque por preços de venda competitivos

“O preço de venda deve cobrir os custos de produção ou de aquisição dos produtos e conter uma margem de lucro a ser aceita pelo cliente”, explica a cartilha. Por isso, quando for calcular os preços de venda, considere todos os custos variáveis, como embalagens e mão de obra. Lembre-se: ter preços competitivos é fundamental para manter a sua loja atraente aos olhos dos consumidores.

 

Atenção com os prazos de pagamento e recebimento

Ter boas parcerias é essencial para o negócio. Por isso, na hora de fechar os contratos com os fornecedores é importante negociar corretamente os prazos de pagamento e evitar pagar as contas com atraso para não incidir em multas.

“Negocie com seus fornecedores os prazos de recebimento mais curtos e evite antecipar os recebíveis, sejam cheques ou duplicatas, pois as taxas cobradas poderão comprometer o ganho gerado nas vendas. Use os diversos meios de recebimento disponíveis, desde que contribuam para elevar as vendas e o lucro da empresa”, explica o Sebrae-SP.

 

Use o fluxo de caixa

O Fluxo de Caixa é um instrumento de gestão importante para controlar e planejar as entradas e saídas das receitas da empresa. Monitorá-lo é a base para o sucesso do negócio. Por isso, a cartilha do Sebrae-SP indica a realização diária desse fluxo, com o máximo de informações possíveis. Assim, será possível ter dados para a tomada de decisões com mais segurança.

 

Como explicado anteriormente, o bom relacionamento com os parceiros é um ponto de atenção fundamental para a saúde financeira do negócio. Então, que tal aprender a fazer uma pesquisa de fornecedores? Saiba mais no link: https://www.grupofragnani.com.br/blog/pesquisa-de-fornecedores-negocios/

Deixe o seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos relacionados

Gostou do conteúdo? Compartilhe!