Saiba como usar revestimentos de tons escuros

24 fev 2022

Quando falamos sobre revestimentos em tons escuros, nota-se uma certa cautela e até mesmo receio com essa proposta com um quê de ousadia, mas há quem diga que os porcelanatos em tons escuros vêm conquistando adeptos e são os queridinhos dos designers de interiores e profissionais do ramo.  

 

Quer conhecer mais sobre as combinações despojadas que os materiais para revestir proporcionam aos ambientes? Então, leia este conteúdo até o final.

Contrastes para equilibrar  

Gosta de tons escuros, mas tem medo de pesar na mão? 

 

Se esse for o seu caso, temos uma dica das boas e simples de aplicar para seu projeto: ao escolher um piso com a tonalidade escura, a parede deve ser em tons mais claros e vice-versa. Isso contribui para uma harmonia maior do cômodo escolhido. 

 

Outro fator interessante para dar um equilíbrio entre tons, é ter preferência por acabamentos mais discretos e chapados.

 

Para atenuar a sobriedade das cores mais fechadas, evite muitas informações na escolha dos móveis e nos objetos de decoração. 

Paleta escura X iluminação

 

O principal cuidado ao escolher uma paleta de tons escuros é a iluminação, sendo ela natural e também artificial. Quando a casa não tem uma boa projeção de entrada da luz natural, isso afeta o conforto que o ambiente precisa proporcionar aos moradores. Nesse caso, o auxílio será com pendentes, lâmpadas e abajures. Hoje em dia, existem projetos espetaculares baseados somente em iluminação e, caso você tenha esse recurso, pode apostar que o efeito da luz com os tons escuros será incrível. 

Subtons trazem um efeito enigmático

Ao mencionarmos revestimentos em tons escuros, imediatamente, a primeira cor que vem à mente é o preto, porém existe uma gama de subtons, como o cinza, os terrosos e bordôs, que dá para compor os ambientes e chegar a uma obra-prima de sofisticação. 

 

Trazer subtons para o local escolhido é um recurso que chama bastante atenção, que é o exemplo dos porcelanatos que imitam madeira. Esses revestimentos podem ser combinados com outros subtons de marrom e bordô. 

 

Não podemos nos esquecer de citar também os tons de azul e verde escuros, que são uma proposta vintage muito elegante seja para revestir ou na marcenaria.

Degradê

O degradê no revestimento dá um toque artístico e é, no mínimo, inusitado. Uma forma de usar o degradê, é utilizar os subway tiles, conhecidos também por azulejos de metro

 

Um ambiente que casa perfeitamente com esse efeito é o banheiro, mas, nesse caso em particular, é aconselhável uma mão de obra especializada para que o resultado seja positivo. 

Madeira por todos os lados

Os porcelanatos que imitam madeira escura podem ser aplicados tanto para ambientes com contrastes claros como também na pegada dark. 

 

Trabalhar com o fluxo de cores das madeiras é uma excelente alternativa para sair do comum, e os móveis ajudam nessa junção de elementos para os tons terrosos.

Veja também:

Estampas e texturas

Materiais com estampas e texturizados em tons escuros fogem do clássico e dão muito vigor para o ambiente. Eles são ideais para dar um ar minimalista, caso você se identifique com esse estilo. Dependendo do corte do revestimento e das suas dimensões, é possível criar outros formatos de paginação, como linhas diagonais, faixas ou detalhes parciais.  

Rejunte

Seja um revestimento claro ou escuro, é necessário pensar no rejunte. Afinal de contas, é ele que vai vedar o material, impedindo as indesejadas infiltrações, como também faz parte de todo o alinhamento dos blocos.

 

Existem duas maneiras de combinar a cor do rejunte com a do revestimento: combinar com o mesmo tom ou optar pelo contraste. 

 

O que achou das dicas de como usar revestimentos de tons escuros?

 

Sempre há um aspecto que agrada e eleva as expectativas do projeto ou reforma, vale a pena entender do assunto.

 

Aproveite para conferir as opções de revestimento cerâmico da Incefra e pensar em algumas soluções!

Deixe o seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos relacionados

Gostou do conteúdo? Compartilhe!