Saiba como limpar o piso para se proteger do Coronavírus, evitando danos irreversíveis no revestimento

A preocupação com o Coronavírus redobrou a atenção da população com a higiene pessoal, dos objetos e dos ambientes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde recomendam a limpeza de superfícies, como maçanetas, interruptores de luz e pisos, já que é possível que esses locais sejam contaminados, transmitindo o vírus. Contudo, é necessário cuidado na hora de limpar o piso para não causar danos.

O técnico do Grupo Fragnani, Gabriel Venture, ressalta que a preocupação em limpar o piso para eliminar o vírus é prioridade para todos, mas que é possível fazer isso sem prejudicar o revestimento. “O uso de um produto inadequado pode implicar em reações nas cerâmicas que podem ser irreversíveis, como as manchas, que são provocadas por produtos agressivos ao esmalte. Mas isso ocorre principalmente por não observar a concentração e tempo de exposição ao produto”, orienta.

limpar o piso
Revestimento HD-57420 da Incefra

De acordo com o especialista, para limpar o piso, devem ser evitadas substâncias de caráter ácido, no entanto é possível utilizar materiais de limpeza que possuem cloro, como a água sanitária, desde que seguindo algumas orientações. Um dos primeiros cuidados é não aplicar o produto diretamente no revestimento. É importante diluí-lo em água, além de umidificar o piso antes de limpá-lo. Em seguida, é recomendável enxaguar as superfícies para remover resíduos.

No entanto, essa dica não vale para porcelanatos técnicos (sem esmalte), já que normalmente esses revestimentos não devem ter contato com nenhum produto que contenha cloro. Neste caso, é aconselhável verificar a indicação do fabricante antes de limpar o piso.

Outros cuidados – Além da água sanitária, detergentes também podem ser utilizados para limpar o piso, mas evitando a mistura de mais de um produto. “Isso pode alterar as características e fazer reações não desejadas ou até mesmo neutralizá-las, tornando-os ineficientes”, explica Gabriel. Também é indicado ter cuidado com sabão em pó, já que qualquer vestígio deixado no piso pode torná-lo escorregadio caso tenha contato com água. Isso é agravado se o revestimento for polido.

O especialista também destaca que cerâmicas semi porosas podem absorver corantes de alguns produtos de limpeza e manchá-las, caso tenham laterais das placas expostas e/ou rejuntamento falho ou poroso.

Por fim, é válido redobrar a atenção da limpeza nos locais de maior possível contaminação, como: entrada da casa, banheiros e pia da cozinha. Não se esqueça de seguir as recomendações do Ministério da Saúde e da OMS.

Fique bem, fique seguro!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Também