Revestimento ideal para quem tem animais em casa

Cada vez mais os animais de estimação passam a fazer parte dos lares brasileiros. Para se ter uma ideia, segundo dados divulgados em 2020 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cães e gatos estão presentes em mais de 47 milhões de domicílios. E não é à toa que esse número está em constante crescimento. Afinal, a convivência com esses bichinhos traz diversos benefícios para a saúde, como combate à solidão, redução do estresse e melhora no humor e na convivência social. 

É quase impossível resistir ao charme e ao carinho desses peludos. Mas, é preciso lembrar que adotar um pet não é tão simples como parece, pois exige muita responsabilidade. Além de amor, os tutores precisam estar sempre atentos a diversos cuidados especiais. Como, por exemplo, avaliar se os espaços em casa estão preparados para os moradores de quatro patas. 

 

piso-ideal-para-moradores-de-quatro-patas-pets

Na hora de repensar os espaços para receber os amigos de quatro patas, existem três pontos essenciais que devem ser observados: conforto térmico, facilidade de higienização e locomoção segura. Por isso, os revestimentos usados no piso de casas e apartamentos são detalhes fundamentais nessa jornada. Continue a leitura e descubra quais são os mais indicados para cada ambiente. 

Áreas internas

Segundo a arquiteta e urbanista Laís Almeida Todesco, para ter mais conforto térmico dentro de casa, tanto para você quanto para o seu animalzinho, o ideal é optar por pisos de porcelanato ou cerâmica sem brilho. “As opções polidas e brilhosas, apesar de serem de fácil limpeza, são mais geladas e mostram mais a presença dos pelos no chão”, explica. Outra dica da profissional é optar por cores neutras, como cinza claro e bege. 

revestimento-ceramico-para-areas-internas
Revestimento cerâmico acetinado Incenor
(Referência: PSI-66650)

Seguindo o conselho da especialista, é possível analisar e concluir que o porcelanato acetinado ou revestimento cerâmico mate são mais indicados para quem tem pet em casa. Por serem menos brilhosos e lisos, esses revestimentos asseguram a locomoção dos animais de forma mais tranquila e aderente, além de serem mais resistentes aos riscos do que as demais opções.

Áreas externas

Para deixar os bichinhos mais confortáveis na região externa da casa, a indicação é optar por pisos antiderrapantes ou com maior coeficiente de atrito. Além disso, pensando em compor esses ambientes de forma mais harmoniosa, a ideia é escolher revestimentos que transmitam sensações mais rústicas e naturais para os espaços. 

“Uma ótima opção são os revestimentos que imitam madeira. Além de terem um custo-benefício melhor do que a madeira em si, estes acabamentos têm menor manutenção e coeficiente de atrito maior”, indica Laís. 

Revestimento cerâmico para áreas externas

Revestimento cerâmico acetinado Incenor
(Referência: PSI-70600)

Outra dica de revestimento da arquiteta para as áreas externas são os pisos cerâmicos que imitam pedras. “Além de oferecerem mais conforto térmico para o ambiente, esses acabamentos apresentam durabilidade e menos necessidade de manutenção quando comparados ao material original”. 

Dica extra: o que nunca usar

Engana-se quem pensa que os pisos são apenas meros detalhes de decoração. Não é à toa que existe um tipo certo de revestimento para cada projeto e ambiente. Quando o assunto é preparar o espaço para os pets, eles são fundamentais em diversas questões, como para a qualidade de vida do animal.

Existem materiais, por exemplo, que absorvem líquidos. Eles não são indicados para quem tem bichinhos de estimação, pois, além de manchar, podem acumular substâncias e microorganismos que podem comprometer a saúde dos pets. É o caso dos carpetes. 

Outros tipos de revestimentos, como madeiras e porcelanatos brilhantes, além de terem baixo coeficiente de atrito, podem riscar com mais facilidade, comprometendo a durabilidade do acabamento. 

“Se você quer conforto para o seu pet e um piso que não risque, não utilize mármore, pedra polida, laminado ou madeira. Além de serem revestimentos mais frios, costumam riscar com maior facilidade”, conclui a arquiteta. 

Já que você chegou até o final dessa matéria, que tal agora conhecer mais sobre os tipos de revestimentos e entender qual é o ideal para a sua obra? Clique no link a seguir e fique por dentro do assunto: Tipos de revestimento: descubra o ideal para sua obra – Grupo Fragnani