Pintura de paredes ou revestimento? Entenda o que será melhor para a sua casa

Durante uma construção ou reforma, são tomadas diversas decisões sobre qual caminho seguir na obra. Quais serão os materiais utilizados, as cores escolhidas, os tipos de instalações (hidrossanitárias e elétricas, por exemplo), as formas e todos os detalhes para cada canto da casa. Essas definições são guiadas por alguns fatores, como a própria estética que deseja ser alcançada e o orçamento disponível. Uma das questões que geralmente são levantadas durante o projeto é a de optar por pintura de paredes ou revestimento.

Quando se compara esses dois tipos de processo, é possível chegar à conclusão de que optar pelo revestimento traz mais benefícios que a pintura, ainda mais quando olhamos para longo prazo. Principalmente, quando se observa a diferença de qualidade técnica em ambientes, como o banheiro, que possuem uma necessidade maior para serem revestidos.

 

Revestimento x pintura

Ambos os processos trazem os seus benefícios, a escolha depende da estética e do orçamento. O arquiteto Caio Vinicius Correa explica que para o profissional, o primeiro ponto a ser considerado é pela aparência no resultado final da obra. “A primeira decisão é estética. A estética do revestimento traz algo mais contemporâneo, mais moderno. Além da gama de exploração no revestimento ser maior”, comenta.

A pintura surge como uma opção quando o orçamento é menor. Mesmo nesses casos, o aconselhado é utilizar revestimento pelo menos em ambientes que molham, como é o caso do banheiro. É possível também encontrar tintas que diminuem a absorção de água e podem ser indicadas para esses locais, porém demandam um cuidado maior e aumentam a necessidade de manutenção.

O revestimento tem uma maior resistência mecânica, reagindo melhor às intempéries. “Além de serem bonitos, vão aumentar a durabilidade e facilitar a manutenção, os tornando mais econômicos a longo prazo”, explica o arquiteto.

Quando se olha para os benefícios, podemos destacar, além da questão do orçamento a curto prazo, a versatilidade, já que é possível alterar o estilo do ambiente com maior facilidade, somente pintando de outra cor. Em contraponto, em ambientes úmidos e com gordura (banheiro e cozinha), a pintura pode sofrer com o surgimento de manchas, bolhas e fungos, o que vai demandar um processo de lixamento e pintura.

Porém, o revestimento, além de modernizar a obra e dos benefícios técnicos (durabilidade, facilidade de manutenção, maior proteção em ambientes úmidos), possui cada vez mais uma variedade de opções no mercado, com diferentes cores, estampas, texturas e formatos.

 

UMA ALTERNATIVA PARA O BAIXO ORÇAMENTO

Uma solução, muitas vezes, adotada para acomodar a estética e o orçamento é o da aplicação mista. No banheiro é necessário utilizar revestimento pelo menos no box, e adotar a pintura no restante do ambiente como uma medida provisória. Também é comum nas cozinhas e nos lavabos utilizar a mistura dos dois acabamentos, ao colocar revestimento na parede próxima do solo e a outra metade seguir com pintura.

No fim das contas, a qualidade estética e a técnica do revestimento são muito grandes. Optar pelo revestimento ainda pode ser mais econômico a longo prazo.

 

Descubra os diferentes tipos de revestimento existentes no mercado: https://landing.grupofragnani.com.br/guia-do-revestimento