Pesquisa de fornecedores: saiba como encontrar parceiros de negócios

Ter uma boa relação com fornecedores é extremamente necessária para o sucesso de uma loja de materiais de construção. Por isso, é fundamental que os empresários não os vejam apenas como meros prestadores de serviços e mercadorias, e que invistam em relacionamentos a longo prazo. 

Os benefícios de ter uma boa relação com os fornecedores vai muito além da manutenção do estoque. Esse relacionamento traz a possibilidade de negociações mais vantajosas e duradouras, dando aos lojistas uma vantagem extremamente competitiva no mercado devido às possibilidades de precificação. 

Mas, como fazer um estudo de fornecedores? A resposta para essa pergunta está no e-book “Como elaborar um Plano de Negócios”, publicado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). De acordo com a cartilha, o primeiro passo é levantar quem serão os possíveis fornecedores de equipamentos, ferramentas, embalagens, mercadorias e serviços do ramo do seu negócio.

Para essa pesquisa, o Sebrae indica a análise de pelo menos três empresas para cada artigo necessário na loja. Ou seja, crie uma lista dos produtos que você vai vender na sua empresa e tenha opções de fornecedores para cada categoria de mercadoria. “A tomada e a comparação de preços facilitam a coleta de informações sobre aquilo que se deseja adquirir, aumentando as chances de tomar decisões mais acertadas”, explica a cartilha. 

Outro ponto importante é estudar a capacidade técnica dos fornecedores. “Todos devem ser capazes de suprir o material ou as mercadorias desejadas, na qualidade exigida, dentro do prazo estipulado e com o preço combinado”, afirma o Sebrae. Na hora de fazer esse estudo, é também importante verificar com os prestadores se é exigida uma quantidade mínima de compra.

“Mesmo escolhendo um entre vários fornecedores, é importante manter contato com todos, ou pelo menos com os principais, pois não é possível prever quando um fornecedor enfrentará dificuldades”, destaca o material publicado pelo Sebrae. 

Como fazer a pesquisa na prática?

Comece criando um roteiro para a coleta de informações. Para isso, planeje como buscar informações sobre os fornecedores. Depois, crie uma agenda de trabalho para realizar a sua pesquisa, afinal, é bem provável que você terá uma lista extensa de contatos.

Para montar a lista, é interessante coletar informações como: produtos e materiais que a sua loja precisa, nome, contato e localização dos fornecedores, preços, condições de pagamento e prazos de entrega. Mantenha esses cadastros sempre atualizados, pois essas informações são úteis em todas as fases e etapas do negócio. 

Quando chega a hora de mudar de fornecedor?

Realizar a troca de fornecedores, sem dúvidas, não é uma tarefa fácil e exige que o gestor pense muito bem antes de fazer essa transição. Como já dito anteriormente, ter uma boa relação com os prestadores de materiais é essencial para o fluxo de caixa e estoque. No entanto, é preciso também reconhecer alguns sinais de quando esse relacionamento não está indo muito bem. 

Alguns desses sinais são: descumprimento de prazos, aumentos excessivos de preços e desatualização de produtos. Mas, é necessário que a sua visão vá além daquilo que o fornecedor entrega ou deixa de entregar, é também preciso analisar, por exemplo, se sua empresa cresceu e outro prestador consegue atender melhor a sua nova demanda.

Além disso, para fazer essa troca sem afetar a saúde do negócio, é importante que o gestor considere alguns fatores, como: análise de contrato com o fornecedor, pois pode haver cláusulas que impedem a alteração ou encerramento, e o estudo da gestão do estoque, já que é fundamental que a loja tenha produtos para venda suficientes durante o período de transição. Ou seja, o primeiro passo para mudar de parceiro é estruturar um planejamento com antecedência.  

Agora que você já se aprofundou um pouco mais sobre esse tema, que tal aprender a como transformar parcerias de sucesso em crescimento do negócio? Acesse e saiba mais: https://www.grupofragnani.com.br/blog/parcerias-para-pequenos-negocios/