Como escolher o revestimento cerâmico para parede?

05 jul 2022

A escolha do piso é um detalhe importante durante a construção ou reforma de um ambiente. No entanto, o revestimento cerâmico para parede também merece uma atenção especial, considerando uma série de detalhes na hora da compra.

Esse material é conhecido pela segurança, praticidade e grande variedade, o que permite imprimir a proposta que você quiser para o ambiente. Um revestimento cerâmico pode ser usado em espaços internos e externos, serve para áreas molhadas (cozinhas e banheiros), mais aconchegantes (salas e quartos) e até em locais de altíssimas temperaturas (churrasqueiras).

Neste conteúdo, vamos trazer algumas dicas para você acertar na hora de comprar o revestimento cerâmico para parede.

1. Avalie a decoração do ambiente

Considere a cor do piso, louça, eletrodomésticos e outros itens que compõem o espaço para escolher o revestimento ideal.

Você pode apostar em um tom sobre tom para harmonização, em nuances claras para ter sensação de amplitude no espaço, ou até mesmo combinar diferentes padrões em uma área limitada – os revestimentos que lembram azulejos portugueses são ótimos para esse efeito.

2. Considere a facilidade de limpeza

Embora exija uma manutenção menor que o piso, o revestimento para parede também precisa de uma rotina de higienização. Ambientes como a cozinha, por exemplo, acabam sofrendo respingos de gordura, enquanto o banheiro acumula limo.

Por isso, vale checar se o revestimento não é muito difícil de limpar. Quando a sujeira se acumula nessas regiões, o ambiente fica com um aspecto bastante desagradável, por isso a importância de uma limpeza constante e prática.

3. Pense na qualidade

Na hora de comprar os revestimentos para parede, avalie a qualidade do produto, mesmo que a ideia seja substituir as cerâmicas em alguns anos.

Um revestimento de alta durabilidade e resistência é menos suscetível à quebra, evitando que peças avulsas precisem ser substituídas. Assim, você pode optar por uma nova reforma por gosto pessoal, e não por necessidade.

Deixe o seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conteúdos relacionados

Gostou do conteúdo? Compartilhe!