Cinco dicas para realizar a troca de piso adequadamente

Você precisa realizar a troca de pisos em um ou mais ambientes da sua casa, mas não sabe por onde começar? Então você está no lugar certo, pois esse tipo de reforma exige um cuidado redobrado, já que não basta apenas escolher um revestimento cerâmico de qualidade, há etapas importantes para um bom resultado final, que antecedem a colocação do novo piso, como a retirada correta do revestimento anterior.

 

E para te ajudar nessa tarefa, o arquiteto Celso Afonso Cabana Prado trouxe cinco dicas básicas para você realizar a troca de piso adequadamente. Confira:

 

  • Retirada total

 

A primeira etapa para a reforma é retirar totalmente as peças antigas, assim como a argamassa anterior. Lembre-se que, caso você queira reaproveitar as peças antigas para outra finalidade, em vez de quebrá-las, o correto é raspar com espátula ou raspador todo o rejunte que está em volta das peças, para assim tirá-las uma a uma, sem danificá-las. Se você optar pela quebra do piso, é importante se atentar para não danificar a manta (caso haja). Além disso, a retirada da argamassa anterior deve ser feita com extremo cuidado, para não danificar o contrapiso.

 

  • Regularização do contrapiso

 

Após a retirada do revestimento antigo, é necessário verificar possíveis danos no contrapiso, para então corrigir e regularizá-lo. Essa etapa é fundamental para garantir uma superfície bem nivelada e com acabamento correto para receber o novo piso.

 

  • Impermeabilização

 

Em alguns casos, como em ambientes com problemas de umidade, ou até para garantir a durabilidade e evitar penetração de água em áreas molhadas e molháveis, após a regularização do contrapiso, pode-se realizar a impermeabilização do local. Celso explica que hoje em dia é bastante comum fazer a impermeabilização com mantas líquidas.

 

  • Aplicação de argamassa

 

Na hora da aplicação de argamassa, é fundamental que ela seja adequada para receber o novo piso. Para isso, a dica é seguir as especificações que são indicadas pelo fabricante do produto.

 

  • Aplicação do novo revestimento

 

Nesta etapa o novo revestimento deverá ser aplicado e, após o assentamento das peças, deve-se limpá-lo, com auxílio de um pano umedecido ou esponja macia, para retirar o excesso de argamassa que por ventura possa permanecer nas peças instaladas. A depender das especificações, aguarde a quantidade de tempo necessário para então finalizar com a aplicação de rejunte, secagem e limpeza, que também devem seguir as orientações do fabricante.

 

E no caso do piso sobre piso?

devido à facilidade de aplicação, que eliminaria as etapas anteriores, algumas pessoas acabam escolhendo essa opção. Se esse for o seu caso, a dica do arquiteto é picotar o piso existente, deixando-o áspero para maior aderência da argamassa na hora do assentamento do novo piso. Na sequência, aplicar a argamassa e, então, fazer a aplicação do novo piso, sempre seguindo o espaçamento indicado pelo fabricante.

A troca de piso demanda técnica e conhecimento, por isso, conte sempre com um profissional especializado, já que com essas dicas, você saberá quais são as etapas para realizar essa troca da maneira correta e poderá acompanhar a reforma com mais segurança.

Cuidados essenciais após o assentamento de pisos