9 dicas para comprar o revestimento cerâmico certo!

Que tal algumas dicas para comprar o revestimento cerâmico ideal para a sua construção ou reforma? São vários detalhes a considerar, que vão além do orçamento ou da proposta estética pensada para o espaço.

Até mesmo os arquitetos mais experientes podem deixar passar algum ponto importante. Para que esse material possa realmente ajudar nas próximas compras, vale salvar esse link e usá-lo como um checklist.

Confira os 9 aspectos que merecem a sua atenção ao comprar o revestimento cerâmico certo!

1. Verifique o poder de absorção do material

Cada tipo de revestimento tem características próprias quanto à absorção da água. Falhas nesse ponto podem afetar muito a resistência do material.

Boa parte das placas são semiporosas, indicadas para revestimentos externos e internos. Já as placas porosas absorvem mais água e funcionam melhor em paredes internas.

2. Avalie o coeficiente de atrito

Um problema muito comum é a escolha de pisos escorregadios ou muito ásperos para o local. O projeto deve considerar o coeficiente de atrito para que seja feita a escolha correta. 

Essa indicação geralmente vem nas características do produto, e tem tanta importância quanto o poder de absorção do revestimento.

3. Cheque o índice de resistência do revestimento

Conhecido como índice PEI, essa classificação mostra a resistência mecânica do piso e é um bom indicador do local mais adequado para a instalação.

Essa classificação vai de 1 a 5, sendo o PEI 1 recomendado para locais de menor impacto, como ambientes internos nos quais as pessoas andam descalças ou usando chinelos. 

Já o PEI 5 é recomendado para espaços com grande tráfego, geralmente comerciais, como restaurantes, bancos e lojas.

4. Conheça o lugar em que a cerâmica será instalada

Ter clareza quanto ao cômodo no qual será colocado o piso ou azulejo também é importante para a escolha correta.

Espaços como cozinha e banheiro têm um contato maior com a água, e por isso precisam de um revestimento que seja menos escorregadio e mais fácil de limpar. 

Ao mesmo tempo, ambientes externos estão mais expostos a agentes como chuva, sol, vento, entre outros, e exigem o uso de outro material. 

Nesse sentido, é indispensável avaliar o espaço que receberá a instalação.

5. Avalie a tolerância a riscos

Pisos com mais brilho valorizam muito a decoração, trazendo uma estética bastante interessante. No entanto, esse material é mais sensível e sujeito a riscos, que na maioria das vezes não podem ser controlados.

Vale a pena pensar em materiais mais foscos para áreas externas ou os locais que tenham elementos abrasivos por perto, como areia, pedras e terra.

6. Adquira o sistema completo de instalação

Os revestimentos são produzidos por meio de tecnologias específicas que oferecem uma melhor instalação quando todos os produtos são de uma só marca.

Então, na hora de decidir quais placas cerâmicas levar, pense também em adquirir o sistema completo, o que inclui argamassa e rejunte.

7. Não ignore as recomendações

Mesmo que você conte com profissionais experientes para fazer a instalação, é fundamental seguir as recomendações do fabricante à risca.

É um cuidado simples e que pode poupar tempo e até mesmo material. Vale lembrar que quanto maior a peça, mais atenção o trabalho exige.

Outro ponto importante e que influencia o resultado é a quantidade de novos materiais e tecnologias que surgem no ramo de revestimentos cerâmicos. Portanto, conferir as indicações técnicas de aplicação é válido mesmo para quem já trabalha há muito tempo com isso.

8. Compre mais revestimento que o calculado

Acidentes podem acontecer na hora de instalar um azulejo ou piso, como a quebra de alguma peça ou falhas no corte.

Para evitar que esses deslizes comprometam a homogeneidade no resultado do trabalho, adquira sempre uma quantidade um pouco maior de revestimento.

O excedente é chamado de reserva técnica e também pode ser usado para substituir peças quebradas em alguma manutenção futura.

9. Converse com o SAC do fabricante

Não encontrou todas as informações que precisa? Entre em contato com o Serviço ao Consumidor do fabricante e esclareça todas as dúvidas sobre os produtos que mais gostou.

Para construtoras, geralmente há um canal específico, com um atendimento mais técnico e que pode até proporcionar condições melhores de pagamento, por se tratar de compras de grande volume. Vale a tentativa!

Essas 9 dicas para comprar revestimento cerâmico foram úteis? Seguindo esses pontos, certamente você acertará na escolha, seja em uma reforma própria ou para um cliente.

Tenha sempre em mente que por mais que a aplicação fique muito bonita, ter durabilidade e qualidade são pontos indispensáveis!

Aproveite para conhecer os produtos Incefra e todas as opções incríveis que oferecemos em revestimentos cerâmicos!