Como vender revestimento porcelanato na loja

Atualmente, existem os mais variados tipos de porcelanato, material que costuma ser uma das opções mais utilizadas para revestimento tanto de pisos e paredes, quanto para bancadas, banheiros e cozinhas. Outro detalhe é que esse tipo de material pode ser utilizado tanto em áreas internas quanto externas. O apelo estético e a versatilidade do revestimento porcelanato, assim como a sua resistência e durabilidade, fazem toda a diferença na decoração. Por isso, na hora de comprar um revestimento é importante entender todos os aspectos relacionados a esse tipo de material.

 

Para Douglas Torres, gestor do Depósito Torres, é importante que o cliente já chegue com algumas definições, tais como local onde o porcelanato será instalado, além de qual a metragem da área onde o piso ou revestimento será aplicado. O preparo do vendedor de loja também faz toda a diferença na hora de concluir uma venda de revestimento porcelanato, então, é importante capacitá-lo para atender adequadamente ao cliente que está buscando o porcelanato ideal para a sua casa. O vendedor precisa ter um bom conhecimento na hora de oferecer esses produtos e entender as suas peculiaridades, por exemplo: se o produto é polido ou esmaltado, com “granilha” e etc. Além disso, é fundamental oferecer boas condições de compra e também ter uma quantidade adequada no estoque para que seja feita uma venda a pronta-entrega.

 

Revestimento porcelanato: passos para a venda

O primeiro passo é entender o que o cliente busca na hora de adquirir um porcelanato. Este revestimento se diferencia em tipo de acabamento, se é interno ou externo, com ou sem brilho, esmaltado, antiderrapante, tamanho das peças, retificado ou não retificado, alto tráfego ou baixo trafego, e se será aplicado em parede ou piso. O que o cliente sempre busca em uma loja de materiais de construção na hora de comprar porcelanato, primeiramente, é a qualidade do produto, acessibilidade de preço, bem como variedade de opções e de cores. As mais comuns são: claras, como o branco e os tons pastéis, ou escuras, como o preto ou outras opções com texturas diferenciadas.

A apresentação dos produtos na loja também deve ter um destaque para que possa chamar a atenção do consumidor. “Podem ser apresentadas as peças soltas ou aplicadas para mostrar como ficaria no ambiente”, orienta o lojista. O armazenamento do porcelanato no estoque da loja ou depósito de materiais de construção também é um ponto de atenção, pois se esse material é armazenado incorretamente pode correr riscos de quebra e perdas. “Portanto, o ideal na hora de armazenar, é coloca-los em porta-paletes para garantir a integridade”, complementa.

É importante lembrar o cliente também que é preciso ter conhecimento sobre a instalação desse tipo de material para evitar problemas futuros e gastos com manutenção. O ideal é contratar um profissional capacitado para auxiliar neste processo, pois o assentamento das placas exige uma série de cuidados para evitar que haja problemas como o estufamento, deslocamento ou, até mesmo, a perda de aderência do porcelanato depois de certo tempo da aplicação. Para o assentamento do porcelanato, é importante orientar o consumidor a adquirir uma argamassa de qualidade e própria para esse tipo de material. Neste caso, a argamassa mais indicada é a AC III que é própria para aplicação no contrapiso.

 

Otimizar o layout de loja é fundamental para garantir uma boa experiência de compra para o seu cliente. Descubra mais neste infográfico feito especialmente para você, lojista: https://landing.grupofragnani.com.br/como-estruturar-o-seu-layout-de-loja