Cerâmica para parede de cozinha: qual escolher?

16 nov 2022

Para além de um ambiente extremamente funcional, na maior parte das residências, a cozinha é um ambiente destinado para reunir amigos e família. A maioria das atividades que acontecem na cozinha exigem que diversas superfícies sejam protegidas com materiais de acabamento de maior qualidade e refinamento. 

O investimento em aplicações de revestimentos de pisos e, também, de paredes, pode garantir por ainda mais tempo a estética do local, além de proteger a estrutura. Além dos azulejos, conhecidos por todos, hoje, o mercado conta com uma gama de opções de revestimentos para cozinha. Cada um deles possui uma característica específica e oferece vantagens diferentes para os projetos de interiores.  

De início, vale reforçar que peças iguais ou diferentes podem personalizar as superfícies. Nas paredes, vale aplicar materiais impermeáveis atrás do fogão, próximo da janela e, principalmente, na pia, para proteger de respingos de água. 

Papel e adesivo de parede

Outro tipo de material que pode ser colado. A ideia é criar grandes painéis na cozinha com imagens temáticas que remetem à função do meio ambiente ou uma boa alimentação. Vale lembrar que os painéis e adesivos de parede ainda não são recomendados para áreas próximas de fogão, micro-ondas e motor de geladeira.

Azulejos com estampas de ladrilho 

O azulejo é tendência de revestimento no mercado há mais de uma década. Isso porque a tecnologia dessa opção evoluiu com o tempo e oferece cada vez mais um desempenho impermeabilizante.

Hoje em dia, existem opções de diversas cores, estampas e estilos. E uma tendência atual é adquirir azulejos que lembram peças antigas para criar decorações estilo retrô.

Um exemplo são aqueles azulejos que já vêm estampados como se fossem ladrilhos ou que podem ser personalizados com adesivo para tal. Isso acontece porque os ladrilhos feitos à mão voltaram à moda. Contudo, eles não oferecem uma boa resistência que justifique eles serem colocados em áreas de respingo de água e gorduras. Eis o motivo, então, desta substituição.

De modo geral, não existe uma cor perfeita de cerâmica. O ideal é que a opção combine com o estilo do ambiente e com o armário da cozinha. Geralmente, a dica é apostar nos modelos em tons neutros – que combinam com diferentes paletas de cores.

Azulejos com efeitos em 3D

Outra tendência que se destaca no momento são as cozinhas decoradas com azulejos brancos. A maior parte das ofertas de móveis para cozinha já são em branco ou em outras cores neutras. E, para não deixar o cenário muito monótono, uma solução seria aplicar sobre as paredes um tipo de revestimento que provoca efeitos em três dimensões. Esse tipo de acabamento é versátil e funciona bem para diversos locais da cozinha.

Plaquetas de tijolinho

Outro material que também provoca certo tipo de efeito em 3D é o tijolo, já citado por aqui. Plaquetas feitas de cerâmica são bastante utilizadas para criar painéis decorativos em diversos outros tipos de ambientes residenciais, principalmente quartos e salas. 

Essas peças não são muito bem indicadas para cozinhas, salvo para aquelas áreas distantes das pias e fogões, onde geralmente são colocadas as mesinhas de café da manhã, por exemplo. 

Uma cozinha permite diversos modelos de estampa e cerâmicas com as mais variadas estampas, o importante é ter claro que cada uma delas deve estar em seu devido lugar para que, além de decorar, dure, mantendo a cozinha sempre bonita e funcional, evitando problemas.

Revestimentos cerâmicos

Esse tipo de revestimento é uma opção muito versátil para a cozinha, pois apresenta enorme variedade de modelos, texturas e cores, além de durabilidade e resistência à umidade.

Além disso, o preço de revestimentos cerâmicos é acessível, sendo reconhecidos pelo seu custo-benefício quando comparados a outros materiais. 

 

Conteúdos relacionados

Gostou do conteúdo? Compartilhe!